0

Quereres muda para a UNIFESP

O Quereres passou a se basear na UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) desde março de 2018, agora como Núcleo de Pesquisa em Diferenças, Direitos Humanos e Saúde.

Criado em 2004 na UFSCar, o núcleo foi responsável por atividades de pesquisa, extensão e ensino. Destaca-se sua história na disseminação de uma perspectiva queer nos estudos de sexualidade brasileiros por meio de pesquisas de seus membros, a promoção de eventos e publicações. Também foi parceiro no oferecimento de 3 edições do Curso Gênero e Diversidade na Escola, na modalidade a distância, entre 2009 e 2014, para cerca de 3 mil educadorxs em todo Brasil.

A partir de agora, baseado no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Escola Paulista de Medicina-UNIFESP, conta com Pedro Paulo Gomes Pereira na coordenação com Richard Miskolci e uma rede de 10 pesquisadorxs das regiões Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste, sendo 2 pesquisadores colaboradores estrangeirxs.

Xs pesquisadorxs do Quereres são todxs cientistas sociais com histórico de produção na área de sexualidade e direitos humanos: Anna Paula Vencato (UFMG), Berenice Bento (UnB), Estevão Fernandes (UNIR), Fernando Balieiro (UFSM), Jorge Leite Júnior (UFSCar), Larissa Pelúcio (Unesp), Mario Pecheny (Universidad de Buenos Aires – Argentina), Mauricio List (Universidad de Puebla – México), Roger Raupp Rios e Tiago Duque (UFMS).

Certificado pela Pró-Reitoria de Pesquisa da UNIFESP, o Quereres faz parte do diretório dos grupos de pesquisa do CNPq.

Vida nova e longa ao Quereres!

Sejam bem-vindxs!

Clique aqui caso queira ver os dados do Quereres no Diretório dos Grupos de Pesquisa do  CNPq