0

Pesquisadores discutem a PrEP e o desafio da equidade

Em carta publicada na revista Saúde & Transformação Social, os pesquisadores Mauricio Polidoro, Bruno Kauss, Richard Miskolci e Daniel Canavese discutem a forma como a terapia pré-exposição ao HIV tem sido implementada no Brasil.

Dentro de uma perspectiva de prevenção combinada, a proposta inicial era atingir os segmentos mais vulneráveis. A pesquisa indica que a terapia tem atingido grupos privilegiados, de classe media e alta dos grandes centros urbanos. Além disso, convida à reflexão sobre o desafio que é associar às outras estratégias preventivas uma que tende à “individualização”.

A carta está disponível online no v.11 n.1 da revista e também aqui