Projetos

Desinformação em saúde pública: um estudo sociológico a partir da pandemia de Covid-19 no Brasil

Responsável: Richard Miskolci Este projeto de pesquisa propõe reconstituir o quadro de desinformação em saúde durante a pandemia de Covid-19 no Brasil. Neste sentido, inserirá o caso atual em uma linhagem histórica de  polêmicas sobre questões de saúde que impactaram a confiança da coletividade nas relações entre produção científica e imprensa. A reconstituição do quadro […]

Percepções de profissionais de saúde sobre direitos sexuais e reprodutivos na cidade de São Paulo

Responsável: Prof. Dr. Richard Miskolci (UNIFESP) / Mestrando em Saúde Coletiva: Fernando Sanches de Oliveira (Bolsista CAPES) Resumo: O projeto tem como objetivo identificar e analisar percepções de profissionais de saúde da cidade de São Paulo sobre direitos sexuais e reprodutivos. Nesse sentido, buscará criar um mapeamento qualitativo das seis coordenadorias regionais de saúde do […]

O uso do crack como problema de saúde pública e o programa De Braços Abertos

Responsável: Pedro Paulo Gomes Pereira (Professor Livre Docente do Departamento de Medicina Preventiva/Pós-Graduação em Saúde Coletiva – UNIFESP) O crack é um importante problema de saúde pública. Uma série de políticas públicas procuraram dar conta das cracolândias. Essas políticas, muitas vezes, seguiram abordagens marcadas pela guerra às drogas ou tolerância zero. No entanto, tratar o […]

El poder de hacer esperar y las escenas de espera. Un estudio comparado entre tres ámbitos de la vida social: trabajo, salud, amor

Director: Mario Pecheny (Universidad de Buenos Aires – Argentina)   Partimos de la hipótesis que supone a las dinámicas de la espera y el hacer esperar como manifestaciones de relaciones de poder presentes en las interacciones entre los actores implicados, en el funcionamiento de las instituciones involucradas y en las experiencias de los sujetos que […]

Gênero, sexualidade e diferenças: normas e convenções sociais na fronteira Brasil-Bolívia

Responsável: Tiago Duque (Professor Adjunto de Sociologia da UFMS – Campo Grande – e Pesquisador Associado ao Quereres) Resumo: Este projeto pretende analisar, na perspectiva sócio-antropológica, os processos de normatizações e das convenções sociais na fronteira Brasil-Bolívia, a partir, principalmente, das questões de gênero e da sexualidade, sem deixar de considerar outros marcadores sociais da […]